Frete Grátis - Veja as regras
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
Valerato de Betametasona 1 Mg/g Creme Dermatológico 30g - Medley - Genérico
Valerato de Betametasona 1 Mg/g Creme Dermatológico 30g - Medley - Genérico

Valerato de Betametasona 1 Mg/g Creme Dermatológico 30g - Medley - Genérico

Código: 13717
|
Outros: Medley
Estoque: Disponível
De R$21,60
Por R$17,28
Quantidade:
Calculando frete e prazo
Calcule o frete

Comprar Valerato de Betametasona 1 Mg/g Creme Dermatológico 30g - Medley - Genérico com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Valerato de Betametasona

Frete Grátis
veja as regras
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
PRATA
Loja Prata E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Valerato de Betametasona Creme Medley

O Betametasona creme é indicado para o tratamento de lesões inflamatórias da pele, tais como:

  • Eczemas (dermatite ou inflamação da pele);
  • Psoríase (placas avermelhadas e grossas com descamação branco prateada), exceto para psoríase disseminada (quando as lesões estão muito espalhadas pelo corpo);
  • Líquen simples (placa avermelhada e grossa geralmente causada pelo ato de coçar repetidamente);
  • Líquen plano (pequenas placas de coloração escura, vermelho arroxeada com coceira intensa, geralmente encontradas na parte interna dos pulsos, pernas, tronco (parte central do corpo) e órgãos sexuais);
  • Dermatite seborreica (placas avermelhadas geralmente encontradas no rosto e couro cabeludo, apresentando descamação e coceira);
  • Lúpus eritematoso discoide (doença crônica caracterizada por manchas arredondadas vermelhas de bordas bem definidas na pele, mais frequente no sexo feminino);
  • Dermatite de contato (inflamação na pele causada por alergia ou contato com agentes irritantes);
  • Adjuvante ao tratamento esteroide sistêmico de dermatite esfoliativa (tratamento auxiliar de doença caracterizada por vermelhidão e descamação generalizada na pele);
  • Picadas de inseto;
  • Miliária rubra (brotoejas).

O alívio dos principais sintomas e sinais da inflamação, tais como coceira, calor, dor, vermelhidão e inchaço ocorre logo após as primeiras aplicações do produto, desde que feitas de forma adequada.

Como este medicamento funciona?


Esta pomada contém como substância ativa o Valerato de Betametasona, um corticosteroide que apresenta grande atividade contra os sintomas de inflamação e coceira causados pelas doenças que atingem a pele e que respondem a este tipo de medicamento (corticosteroide tópico).

Como Usar Valerato de Betametasona Creme Medley

O Valerato de Betametasona creme é mais adequado para superfícies úmidas.

Aplicar uma camada fina e espalhar suavemente, utilizando uma pequena quantidade, suficiente apenas para cobrir toda a área afetada.

Posologia


Adultos, idosos e crianças a partir de 1 ano de idade

Aplicar na área afetada uma ou duas vezes ao dia por até 4 semanas e durante este período reduzir a frequência de aplicação ou mudar para um tratamento menos potente, conforme orientação do seu médico.

Dê tempo suficiente para a absorção após cada aplicação antes de passar um hidratante.

Nas lesões mais resistentes, o efeito de Valerato de Betametasona creme pode ser aumentado, se necessário, conforme orientação do seu médico, cobrindo a área tratada com uma película de polietileno (filme plástico como aqueles utilizados para cobrir alimentos); em geral basta que você faça isso à noite para conseguir resultado satisfatório. Depois disso, na maioria das vezes você pode manter a melhora sem necessidade dessa cobertura.

Se piorar ou não houver uma melhora dentro de 2 a 4 semanas o tratamento e o diagnóstico devem ser reavaliados pelo seu médico.

O tratamento com Valerato de Betametasona pomada deve ser descontinuado gradualmente quando se obtiver o controle da lesão.

Se o tratamento for interrompido repentinamente, pode ocorrer recaída de uma dermatose pre-existente.

Pacientes com recaídas frequentes

Uma vez que um episódio agudo foi tratado de forma eficaz com uso contínuo desta pomada, um tratamento intermitente (1 vez por dia, 2 vezes por semana, sem oclusão) pode ser considerado.

A aplicação deve continuar em todos os locais anteriormente afetados ou em locais conhecidos de potencial para recaída. Este regime deve ser combinado com o uso frequente de hidratantes e o quadro reavaliado pelo seu médico regularmente.

Crianças

Este creme é contraindicado a crianças menores de 1 ano de idade.

Cuidados devem ser tomados quando este medicamento for utilizado em crianças para garantir que a quantidade aplicada é a mínima necessária para levar a melhora.

A duração do tratamento deve ser limitada a 5 dias e o curativo oclusivo (fechado) não deve ser usado.

Idosos

Deve ser usada uma quantidade mínima deste medicamento pelo menor tempo possível de duração do tratamento para alcançar o efeito clínico desejado.

Insuficiência renal e hepática

Deve ser usada uma quantidade mínima deste medicamento pelo menor tempo possível de duração do tratamento para alcançar o efeito clínico desejado.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?


Aplique o medicamento tão logo se lembre e, em seguida, continue com o esquema prescrito. Não aplique Valerato de Betametasona extra para compensar doses esquecidas.

Contraindicação de Valerato de Betametasona Creme Medley

O uso deste medicamento é contraindicado em pacientes que apresentam alergia a qualquer um dos componentes do produto.

O uso deste medicamento também é contraindicado para o tratamento de:

  • Infecções de pele;
  • Acne;
  • Rosácea (manchas avermelhadas na região central do rosto, como por exemplo, nas bochechas, nariz, queixo e testa);
  • Dermatite perioral (lesões com vermelhidão próximas à boca);
  • Prurido (coceira) na pele sem inflamação;
  • Inflamação ou coceira nas regiões do ânus ou genital (pênis e vagina);
  • Doenças da pele em crianças com menos de 1 ano de idade, incluindo dermatite comum e dermatite de fraldas (inflamação causada pela urina acumulada na fralda).

Precauções

Antes de aplicar o medicamento, leia atentamente as observações a seguir.

Conte ao seu médico se você tem alergia (hipersensibilidade) ao Valerato de Betametasona ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Reações de alergia local podem assemelhar-se aos sintomas da doença em tratamento.

Só use o Valerato de Betametasona durante o tempo recomendado pelo seu médico. Se você não melhorar entre 2 e 4 semanas, fale com seu médico.

Os corticosteroides são hormônios produzidos nas glândulas suprarrenais, sendo responsáveis por manter o bom funcionamento do organismo. Este medicamento contém betametasona, uma substância da família dos corticosteroides, e desta forma seu uso pode levar a efeitos característicos do aumento dos corticosteroides no organismo (Síndrome de Cushing). Além disso, o uso deste medicamento pode levar a diminuição da produção destes hormônios pelas glândulas suprarrenais.

Se você observar alguma destas manifestações, informe imediatamente ao seu médico, interrompa o uso do medicamento aos poucos, diminuindo a quantidade de vezes que você o aplica, ou substituindo por um corticosteroide menos potente, somente conforme orientação do seu médico.

A interrupção repentina do tratamento pode resultar em uma diminuição na produção de corticosteroides no seu organismo.

Fatores de risco para aumento dos efeitos sistêmicos que podem favorecer as manifestações descritas acima:

  • Potência e formulação do esteroide tópico;
  • Duração da exposição;
  • Aplicação em área de grande extensão;
  • Uso sob curativos oclusivos (ou fechados) que cobrem completamente a área afetada (em recém-nascidos a fralda pode atuar como um curativo oclusivo);
  • Aumento da hidratação da pele;
  • Uso em áreas de pele fina, como o rosto;
  • Uso em pele machucada ou em outras condições em que a barreira da pele pode estar prejudicada;
  • Em comparação com adultos, crianças e bebês podem absorver proporcionalmente maiores quantidades de corticosteroides tópicos e, assim, têm mais chances de apresentar os efeitos adversos sistêmicos.

Alterações visuais

Se sua visão ficar embaçada ou se você apresentar outras dificuldades para enxergar, informe ao seu médico.

Crianças

Em bebês e crianças menores de 12 anos de idade, a duração do tratamento deve ser limitada a 5 dias e os curativos oclusivos não devem ser usados; o tratamento contínuo, com aplicação de corticosteroides na pele por longo tempo, deve ser evitado sempre que possível porque pode ocorrer insuficiência na glândula adrenal.

Risco de infecção com oclusão

Infecções bacterianas são estimuladas pelo calor e umidade nas dobras da pele ou causadas por curativos oclusivos (fechados).

Ao usar curativos, a pele deve ser limpa antes de fazer uma nova oclusão.

Uso no tratamento da Psoríase

Corticosteroides tópicos devem ser usados com cautela no tratamento da psoríase, pois, em alguns casos, têm sido relatados o reaparecimento dos sintomas, o desenvolvimento de tolerância, risco de psoríase pustulosa generalizada e desenvolvimento de toxicidade local ou sistêmica, devido ao comprometimento da função de barreira da pele.

Se Valerato de Betametasona pomada for utilizado no tratamento de psoríase é importante que você seja cuidadosamente supervisionado pelo seu médico.

Risco de infecção com oclusão

Infecções bacterianas são estimuladas pelo calor e umidade nas dobras da pele ou causadas por curativos oclusivos (fechados). Ao usar curativos, a pele deve ser limpa antes de fazer uma nova oclusão.

Uso no tratamento da Psoríase

Corticosteroides tópicos devem ser usados com cautela no tratamento da psoríase, pois, em alguns casos, têm sido relatados o reaparecimento dos sintomas, o desenvolvimento de tolerância, risco de psoríase pustulosa generalizada e desenvolvimento de toxicidade local ou sistêmica, devido ao comprometimento da função de barreira da pele. Se Valerato de Betametasona pomada for utilizado no tratamento de psoríase é importante que você seja cuidadosamente supervisionado pelo seu médico.

Aplicação no rosto

Tenha cuidado ao aplicar esta pomada no rosto durante um longo período de tempo, pois pode causar afinamento na pele.

Aplicação nas pálpebras

Tenha cuidado ao aplicar Valerato de Betametasona pomada nas pálpebras para não entrar em contato com seu olho, pois o uso em excesso pode causar catarata e glaucoma.

Lesões inflamatórias que tornaram-se infectadas

Caso as lesões inflamatórias que estão sendo tratadas apresentem sinais de infecção, uma terapia anti-infecciosa deve ser iniciada, conforme orientação do seu médico.

Se não houver sinais de melhora significa que a infecção não está sendo controlada e por isso o uso de desta pomada deverá ser descontinuado somente sob supervisão médica, mantendo-se apenas o uso do medicamento anti-infeccioso.

Úlceras crônicas nas pernas

Corticosteroides tópicos as vezes são usados no tratamento de dermatites em torno de úlceras crônicas nas pernas.

Este medicamento não deve ser aplicado diretamente na úlcera, aplicar na área da dermatite, ao redor da úlcera. No entanto, este uso pode estar associado a elevada ocorrência de reações alérgicas locais e aumento do risco de infecção ao redor da úlcera.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos ou operar máquinas

Não há estudos sobre o efeito de Valerato de Betametasona pomada sobre a capacidade de dirigir veículos e operar máquinas. No entanto, não se espera que essas atividades sejam afetadas, considerando as reações adversas apresentadas pelo medicamento.

Gravidez e amamentação

Em animais grávidos o uso de corticosteroides na pele pode causar problemas no desenvolvimento do feto, já em humanos não há dados relevantes. A administração de Valerato de Betametasona pomada durante a gravidez só deve ser considerada se a melhora esperada para a mãe superar o risco para o feto.

Uma quantidade mínima do medicamento deve ser usada pelo menor tempo possível.

Se você está grávida, acha que pode estar, está planejando ficar grávida, ou está amamentando, não inicie o tratamento sem falar com o seu médico primeiro.

A administração desta pomada durante a amamentação só deve ser considerada se a melhora esperada para a mãe superar o risco para o feto.

Se você estiver amamentando e estiver usando Valerato de Betametasona pomada, não aplique nos seios para garantir que o bebê não irá engolir o medicamento acidentalmente.

Composição

Apresentação

Creme dermatológico de 1 mg/g (0,1%)

Embalagem com 30 g.

Composição

Cada grama de creme contém

Valerato de betametasona

1,215 mg*

Veículo**

1 g

*Correspondente a 1 mg de betametasona base.
**Álcool benzílico, estearato de sorbitana, polissorbato 60, álcool cetoestearílico, triglicerídeo do ácido cáprico/caprílico, petrolato branco, fosfato de sódio monobásico monoidratado, água purificada.

Superdosagem

É muito improvável que ocorra superdosagem aguda com o uso de Valerato de Betametasona. Entretanto, no caso de doses excessivas serem usadas por muito tempo ou de o medicamento ser utilizado de forma imprópria, indícios de hipercortisolismo (Síndrome de Cushing) podem ocorrer.

Nesse caso, a frequência das aplicações de Valerato de Betametasona deve ser reduzida gradualmente ou o tratamento deve ser substituído por um corticosteroide tópico menos potente, conforme orientação do seu médico.

Mais informações

Código do produto: 13717
Marca: Medley
EAN: 7896422505345
Tipo de Medicamento: Genérico
Registro MS: 1832602190023
Classe Terapêutica: Glicocorticóides Tópicos Simples Exceto Uso Oftálmico
Princípio Ativo: Valerato de Betametasona
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Valerato de Betametasona Creme Medley é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula
Opiniões sobre o produto
Dê sua opinião sobre este produto
Escolha uma nota:
A sua avaliação passará por uma aprovação antes de ser publicada.
1