Frete Grátis acima de R$120,00 *
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
11%

Melocox 15mg C/ 10 Comprimidos

Código: 37200
|
Outros: Eurofarma
Estoque: Disponível
De R$35,78
Por R$31,49
Quantidade:
Calculando frete e prazo
Calcule o frete

Comprar Melocox 15mg C/ 10 Comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Melocox

Frete Grátis
acima de R$120,00 (*)
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
PRATA
Loja Prata E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Melocox Comprimido

Melocox (meloxicam) é indicado para o tratamento dos sintomas da artrite reumatoide e osteoartrite (doenças das articulações), aliviando a dor e a inflamação.

Como o Melocox Comprimido funciona?


Melocox (meloxicam) apresenta propriedades anti-inflamatórias contra dor e febre. Ele age inibindo preferencialmente o funcionamento da enzima responsável pela inflamação, COX-2, e da COX-1 em menor extensão.

O tempo médio para o início da ação é de 80 a 90 minutos após a ingestão.

Como Usar Melocox Comprimido

Os comprimidos de Melocox (meloxicam) devem ser ingeridos com um pouco de água ou algum outro líquido, juntamente com alimentos. A dose total diária de Melocox (meloxicam) deve ser tomada como uma dose única. A dose diária máxima recomendada é 15mg.

Posologia do Melocox Comprimido


De modo geral são recomendadas as seguintes dosagens:

Artrite reumatoide

15 mg por dia.

Conforme a resposta ao tratamento, seu médico poderá diminuir a dose para 7,5 mg por dia.

Osteoartrite dolorosa

7,5 mg por dia.

Caso necessário seu médico poderá aumentar a dose para 15 mg por dia.

Adolescentes

A dose máxima diária recomendada para adolescentes de 12 a 18 anos de idade é de 0,25 mg/kg e não deve ultrapassar 15mg.

Melocox (meloxicam) comprimidos é contraindicado em crianças menores de 12 anos de idade, porque ele não permite a dosagem adequada em crianças desta faixa etária.

Em pacientes com maior risco de ter reações indesejáveis, como por exemplo, histórico de doenças do trato digestivo ou que apresentam risco de doenças do coração, o tratamento pode ser iniciado com 7,5 mg ao dia.

O médico não precisa reduzir a dose em pacientes com insuficiência renal branda ou moderada. Melocox (meloxicam) é contraindicado em pacientes com insuficiência renal grave, que não fazem diálise

Em pacientes com insuficiência renal terminal em hemodiálise, a dose diária máxima não deve exceder 7,5 mg.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Melocox Comprimido?


Continue tomando as próximas doses regularmente no horário habitual. Não duplique a dose na próxima tomada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Contraindicação de Melocox Comprimido

Você não deve usar Melocox (meloxicam) se tiver alergia a qualquer componente da fórmula, se teve asma, pólipos nasais (obstrução), inchaço da língua, lábios e garganta ou placas elevadas na pele, geralmente com coceira, após o uso de ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios.

Você também não deve usar Melocox (meloxicam) se tiver úlcera ou perfuração gastrintestinal ativa ou recente; doença inflamatória intestinal ativa (doença de Chron ou colite ulcerativa); sangramento gastrointestinal ativo, sangramento cerebrovascular recente ou distúrbios de sangramento sistêmico estabelecidos; mau funcionamento grave do fígado e dos rins (não dialisáveis); mau funcionamento grave e não controlado do coração e intolerância à galactose (contém lactose).

Melocox (meloxicam) é contraindicado para tratamento da dor após cirurgia de revascularização do miocárdio ou angioplastia.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Precauções

Podem ocorrer ulceração, perfuração ou sangramento do aparelho digestivo (podendo ser fatal), a qualquer momento, durante o tratamento com Melocox (meloxicam), mesmo que você não tenha sintomas prévios ou antecedentes de problemas digestivos graves. As consequências desse tipo de evento são mais graves em idosos.

Se você tiver antecedentes de doenças do aparelho digestivo deve ter cuidado ao usar Melocox (meloxicam). Caso apresente sintomas digestivos, você deve ser monitorado durante o uso de Melocox (meloxicam). Se ocorrer úlcera ou sangramento das vias digestivas, o tratamento deve ser interrompido.

Também se deve ter cautela com pacientes que estejam em tratamento com anticoagulantes (medicamentos para “afinar” o sangue).

Foram relatados raramente casos de reações graves da pele, algumas delas fatais, que incluem dermatite esfoliativa (pele avermelhada, escamativa, espessa), síndrome de Stevens-Johnson e Necrólise Epidérmica Tóxica (manifestações graves da pele com aparecimento de bolhas, febre, dor, mal-estar geral e outros sintomas).

Supõe-se que o maior risco dessas reações ocorra durante o início do tratamento, geralmente no primeiro mês.

Caso ocorra lesão na pele ou mucosa (como a boca) ou outro sinal de alergia, o tratamento com Melocox (meloxicam) deve ser imediatamente interrompido.

O uso de Melocox (meloxicam) pode aumentar o risco de formação grave de coágulos dentro dos vasos sanguíneos, bem como de infarto e derrame, que podem ser fatais. Esse risco pode aumentar se o tratamento for prolongado ou no caso de o paciente apresentar fatores de risco ou problemas de coração e circulação.

Pacientes idosos, desidratados, com insuficiência cardíaca congestiva (mau funcionamento do coração), cirrose hepática (substituição das células saudáveis do fígado por tecido fibroso sem função), síndrome nefrótica (doença dos rins com perda de proteínas pela urina), mau funcionamento dos rins, em tratamento com diuréticos (como hidroclorotiazida, espironolactona, furosemida), inibidores da ECA (como captopril, enalapril) e outros medicamentos para controlar a pressão arterial (como telmisartana, valsartana), ou com baixo volume sanguíneo após cirurgia de grande porte, têm risco de complicações renais com o uso de Melocox (meloxicam) e devem ser monitorados no início do tratamento.

Em casos raros, Melocox (meloxicam) pode provocar doenças renais. Se você tem insuficiência renal grave e está em tratamento com hemodiálise, a dose de Melocox (meloxicam) não deve ser maior que 7,5 mg por dia.

Se você estiver debilitado ou desnutrido, pode ter menor tolerância ao produto e precisará de supervisão adequada.

Idosos precisam de cuidado especial, pois as funções dos rins, do fígado e do coração podem estar alteradas.

Melocox (meloxicam) pode causar retenção de água e sais minerais, ocasionando inchaço, e diminuir o efeito dos diuréticos, desencadeando ou piorando o mau funcionamento do coração, ou ainda, pressão alta em pacientes com predisposição.

Se você estiver usando Melocox (meloxicam), os sintomas iniciais de uma infecção poderão passar despercebidos.

Melocox (meloxicam) comprimidos contém lactose. Por isso, se você tiver condição hereditária rara de intolerância à galactose, p. ex. galactosemia, não deverá tomar este medicamento.

Durante o tratamento você poderá apresentar reações indesejadas, relacionadas ao sistema nervoso, como visão borrada, tontura, vertigem ou sonolência. Portanto, você deve ter cautela ao dirigir veículos ou operar máquinas e evitar tais tarefas potencialmente arriscadas caso você apresente estas reações.

Fertilidade, Gravidez e Lactação

Você não deve tomar Melocox (meloxicam) se estiver tentando engravidar ou em investigação de infertilidade, pois, o medicamento pode prejudicar sua fertilidade.

O uso de Melocox (meloxicam) durante a gravidez pode causar aumento do risco de aborto, malformação do bebê, aumento do sangramento e inibição das contrações uterinas na mãe. Você não deve usar Melocox (meloxicam) durante a amamentação, pois existe a possibilidade deste medicamento passar para o leite materno.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Composição

Cada comprimido de 7,5 mg contém:

Meloxicam

7,5 mg

Excipientes*

1 comprimido

*Copolividona, lactose, citrato de sódio, estearato de magnésio, dióxido de silício e celulose microcristalina.

Cada comprimido de 15 mg contém:

Meloxicam

15 mg

Excipientes*

1 comprimido

*Copolividona, lactose, citrato de sódio, estearato de magnésio, dióxido de silício, celulose microcristalina e sicovit laca.

Apresentação do Melocox Comprimido


Comprimidos, 7,5 mg e 15 mg. Embalagem contendo 10 comprimidos.

Medicamento similar equivalente ao medicamento de referência.

Superdosagem

Embora não exista experiência de superdosagem aguda com Melocox (meloxicam), pode-se esperar que os sinais e sintomas das reações adversas, mencionados no item anterior ocorram de modo mais pronunciado.

Podem ocorrer sangramento gastrintestinal, pressão alta, interrupção do funcionamento dos rins, reações alérgicas graves, dificuldade respiratória e até coma; entretanto, são raros.

Deve-se procurar orientação médica. Se o paciente estiver consciente, pode ser útil provocar o vômito. Não se conhece um antídoto específico para Melocox (meloxicam).

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Mais informações

Código do produto: 37200
Marca: Eurofarma
EAN: 7891317439033
Tipo de Medicamento: Similar Intercambiável
Registro MS: 1004311520020
Classe Terapêutica: Anti-Reumáticos Não Esteroidais Puros
Princípio Ativo: Meloxicam
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Melocox Comprimido é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula
Opiniões sobre o produto
Dê sua opinião sobre este produto
Escolha uma nota:
A sua avaliação passará por uma aprovação antes de ser publicada.
1