Frete Grátis - Veja as regras
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
Cloridrato de Clomipramina 25mg Genérico Ems Com 20 Comprimidos
Cloridrato de Clomipramina 25mg Genérico Ems Com 20 Comprimidos

Cloridrato de Clomipramina 25mg Genérico Ems Com 20 Comprimidos

Código: 25925
|
Outros: EMS GENERICO
Estoque: Indisponível
Ops!
Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.
Venda proibida pela internet
Página meramente informativa sobre o produto
Venda somente nas lojas físicas com receituário adequado

Comprar Cloridrato de Clomipramina 25mg Genérico Ems Com 20 Comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Cloridrato de Clomipramina na categoria Categorias.

Frete Grátis
veja as regras
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
PRATA
Loja Prata E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Cloridrato de Clomipramina EMS

O cloridrato de clomipramina é usado para tratar a depressão e distúrbios do humor. Outras condições psicológicas que podem ser tratadas com cloridrato de clomipramina são as obsessões, estados de pânico e fobias (medo irracional), condições de dor crônica e fraqueza muscular (cataplexia) associados com ataques repetidos de sonolência excessiva (narcolepsia) em adultos, ejaculação precoce. Em crianças acima de 5 anos, cloridrato de clomipramina é utilizado para tratar obsessões e incontinência urinária noturna.

Como o Cloridrato de Clomipramina - EMS funciona?


O princípio ativo deste medicamento, é o cloridrato de clomipramina, o qual pertence ao grupo de medicamentos conhecidos como antidepressivos tricíclicos. Acredita-se que o cloridrato de clomipramina aumenta a quantidade da ocorrência natural de mensageiros químicos (noradrenalina e serotonina) no cérebro ou faz seus efeitos durarem mais tempo.

Se você tiver alguma dúvida sobre como cloridrato de clomipramina funciona ou porque este medicamento foi receitado para você, pergunte ao seu médico.

Como Usar Cloridrato de Clomipramina EMS

Siga as instruções do seu médico cuidadosamente. Não exceda a dose recomendada.

O seu médico irá decidir qual a dose mais adequada para o seu caso. Para depressão, distúrbios do humor, síndromes obsessivo-compulsivas e fobias, a dose diária é normalmente de 75 mg a 150 mg. Para ataques de pânico e agorafobia, o tratamento é geralmente iniciado com 10 mg/dia, e após alguns dias, a dose é lentamente aumentada para até 100 mg. Para condições de dor crônica, a dose diária é geralmente de 10 mg a 150 mg.

Para incontinência urinária noturna em crianças (de 5 anos ou mais), a dose diária é geralmente de 20 mg a 75 mg, dependendo da idade.

O cloridrato de clomipramina deve ser administrado conforme orientação médica. Não tome mais cloridrato de clomipramina do que o indicado e nem com maior frequência ou por mais tempo que o indicado. Você pode tomar cloridrato de clomipramina com ou sem alimentos.

Efeitos quando o tratamento com cloridrato de clomipramina é interrompido

Estados de depressão, síndromes obsessivo-compulsivas e ansiedade crônica requerem tratamento de longo prazo com cloridrato de clomipramina. Não altere ou interrompa o tratamento sem antes perguntar a seu médico. Seu médico pode desejar reduzir a dose gradualmente antes de interromper completamente. Isto auxilia na prevenção de qualquer piora de sua condição e reduz o risco dos sintomas da retirada como dor de cabeça, náusea e desconforto geral.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Cloridrato de Clomipramina - EMS?


Se você se esquecer de tomar uma dose, deve tomá-la logo que possível e então, voltar ao esquema habitual. Caso o horário da próxima dose esteja muito próximo, tome-a normalmente, sem dobrar o número de comprimido revestido. Se você tiver dúvidas sobre isso, consulte o seu médico.

Contraindicação de Cloridrato de Clomipramina EMS

Informe ao seu médico se você:

  • For alérgico (tiver hipersensibilidade) a clomipramina, a qualquer outro antidepressivo tricíclico ou a qualquer outro componente deste medicamento, descrito no início desta bula;
  • Estiver tomando qualquer medicamento para o tratamento da depressão, tais como inibidores da monoamino oxidase (MAO), inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRSs) ou inibidores da receptação noradrenérgica e de serotonina (ISRSNas);
  • Teve um ataque cardíaco recentemente ou se você tem alguma doença cardíaca grave.

Se a resposta para qualquer uma das afirmativas for positiva, provavelmente cloridrato de clomipramina não é adequado para você. Se você não tem certeza se é ou não alérgico, consulte o seu médico.

Precauções

É importante você informar ao seu médico se você tem outros problemas de saúde ou se você está tomando outros medicamentos.

Tome cuidado especial com Cloridrato de Clomipramina

Você também deve informar ao seu médico se você sofre de algumas das seguintes situações:

  • Se você pensa em suicídio;
  • Se você tem crises convulsivas;
  • Se você tem batimentos cardíacos irregulares ou outros problemas do coração;
  • Se você tem esquizofrenia ou outro distúrbio mental;
  • Se você tem glaucoma (aumento da pressão intraocular);
  • Se você tem doença do fígado ou do rim;
  • Se você tem distúrbio sanguíneo;
  • Se você tem dificuldades em urinar (ex.: devido a doença da próstata);
  • Se você tem glândula da tireoide hiperativa;
  • Se você tem constipação persistente;
  • Se você desmaia facilmente.

Seu médico irá levar em conta essas condições, antes e durante o tratamento com cloridrato de clomipramina.

Informação para familiares e cuidadores

Você deve monitorar se o paciente em depressão demonstra sinais de mudanças de comportamento tais como ansiedade incomum, intranquilidade, problemas de sono, irritabilidade, agressividade, excitação exagerada ou ainda, piora da depressão ou pensamento sobre suicídio. Se você perceber algum desses sintomas no seu paciente, relate-os ao médico dele, especialmente se eles forem graves, com início repentino ou se forem sintomas novos (não ocorridos antes). Você deve avaliar a emergência de tais sintomas baseado no dia-a-dia, especialmente durante o início do tratamento com antidepressivo e quando a dose é aumentada ou diminuída, uma vez que essas alterações podem ser abruptas.

Sintomas como estes podem estar associados com um aumento no risco de pensamento ou comportamento suicida e indicam a necessidade de monitoração cuidadosa e possível mudança de medicação.

Idosos

Os pacientes idosos geralmente precisam de doses mais baixas do que os pacientes mais jovens. As reações adversas são mais prováveis de ocorrerem em pacientes idosos. Seu médico irá fornecer qualquer informação especial sobre o cuidado da dose e a necessidade de monitoração cuidadosa do paciente.

Crianças e adolescentes

O cloridrato de clomipramina não deve ser administrado a crianças ou adolescentes a menos que seja especificamente prescrito pelo médico. Seu médico irá fornecer qualquer informação especial sobre o cuidado da dose e a necessidade de observação de perto do paciente.

Gravidez

Informe ao seu médico se está amamentando. O cloridrato de clomipramina não deve ser usado durante a gravidez, a menos que indicado pelo seu médico. Ele irá avaliar o risco potencial de tomar cloridrato de clomipramina durante a gravidez.

Lactação

A substância ativa de cloridrato de clomipramina passa para o leite materno. Mães são aconselhadas a não amamentarem seus bebês enquanto estiverem tomando Cloridrato de Clomipramina.

Efeitos sobre a habilidade de dirigir veículos e/ou operar máquinas

O cloridrato de clomipramina pode provocar sonolência ou diminuir o estado de alerta, ou pode causar visão borrada em algumas pessoas.

Caso isso ocorra com você, não dirija ou opere máquinas ou realize qualquer atividade que necessite total atenção. A ingestão de álcool pode aumentar a sonolência.

Informações importantes sobre alguns excipientes de Cloridrato de Clomipramina

O cloridrato de clomipramina comprimido revestido, contém lactose. Se você tiver intolerância para lactose, informe ao seu médico antes de tomar cloridrato de clomipramina.

Outras precauções

É importante para seu médico verificar o progresso do tratamento regularmente para que se possa fazer ajuste de doses e ajudar a reduzir os efeitos colaterais. Ele pode solicitar alguns testes sanguíneos e medir a pressão arterial e função cardíaca antes e durante o tratamento.

O cloridrato de clomipramina. pode causar boca seca, que pode aumentar o risco de queda dos dentes. Isto significa que durante o tratamento de longo prazo, você deve fazer avaliações odontológicas regularmente.

Caso você use lentes de contato e apresente irritação dos olhos, fale com seu médico.

Antes de qualquer cirurgia ou tratamento dental, informe seu médico ou dentista que você está tomando cloridrato de clomipramina.

O cloridrato de clomipramina pode causar maior sensibilidade da pele ao sol. Proteja-se da luz solar direta e use roupas protetoras e óculos de sol.

Composição

Cada comprimido de 25 mg contém

Cloridrato de clomipramina

25 mg

Excipiente* q.s.p. 

1 comprimido

*Dióxido de silício coloidal, amido, glicerol, lactose, estearato de magnésio, álcool polivinílico + dióxido de titânio + macrogol + talco, óxido de ferro amarelo, talco.

Apresentação do Cloridrato de Clomipramina - EMS


Comprimido revestido de 25 mg.

Embalagem com 20 comprimidos revestidos.

Embalagem hospitalar com 450 ou 500 comprimidos revestidos.

Superdosagem

Se você acidentalmente tomou uma grande quantidade de cloridrato de clomipramina, relate ao seu médico imediatamente. Você precisará de cuidados médicos.

Os seguintes sintomas de superdose geralmente aparecem dentro de poucas horas:

Tontura grave, concentração prejudicada, batimentos cardíacos rápidos, lentos ou irregulares, intranquilidade e agitação, perda da coordenação muscular e rigidez muscular, dificuldade em respirar, ataques, vômito e febre.

Mais informações

Código do produto: 25925
Marca: EMS GENERICO
EAN: 7896004701301
Tipo de Medicamento: Genérico
Registro MS: 1023506730063
Classe Terapêutica: Anti-Depressivos Todos os Outros
Princípio Ativo: Cloridrato de Clomipramina
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Cloridrato de Clomipramina EMS é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula
1