Frete Grátis - Veja as regras
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
Atenolol 25mg Com 30 Comprimidos Genérico Ems
Atenolol 25mg Com 30 Comprimidos Genérico Ems

Atenolol 25mg Com 30 Comprimidos Genérico Ems

Código: 21608
|
Outros: EMS GENERICO
Estoque: Disponível
De R$15,17
Por R$12,14
Quantidade:
Calculando frete e prazo
Calcule o frete

Comprar Atenolol 25mg Com 30 Comprimidos Genérico Ems com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Atenolol

Frete Grátis
veja as regras
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
PRATA
Loja Prata E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Atenolol EMS

O Atenolol é indicado para o controle da hipertensão arterial (pressão alta), controle da angina pectoris (dor no peito ao esforço), controle de arritmias cardíacas, infarto do miocárdio e tratamento precoce e tardio após infarto do miocárdio.

Como o Atenolol - EMS funciona?


O Atenolol age preferencialmente sobre os receptores localizados no coração e na circulação, reduzindo a pressão arterial, quando usado continuamente.

O Atenolol começa a ter uma ação significativa dentro de 1 hora após sua administração por via oral, atingindo seu efeito máximo em 2 a 4 horas. Esse efeito é mantido por no mínimo 24 horas.

Como Usar Atenolol EMS

O comprimido de Atenolol deve ser administrado por via oral, com água, de preferência no mesmo horário todos os dias.

O paciente não deve utilizar Atenolol se estiver em jejum por tempo prolongado.

Posologia do Atenolol - EMS


Hipertensão

A maioria dos pacientes responde a 1 dose única oral diária de 50 a 100 mg. O efeito pleno será alcançado após 1 ou 2 semanas.

Pode-se conseguir uma redução adicional na pressão arterial combinando-se o Atenolol com outros agentes anti-hipertensivos.

Angina

A maioria dos pacientes com angina pectoris responde a 1 dose única oral diária de 100 mg ou 50 mg administrados 2 vezes ao dia.

É improvável que se obtenha benefício adicional com o aumento da dose.

Arritmias cardíacas

Com a arritmia controlada, a dose de manutenção adequada é de 50 a 100 mg uma vez ao dia.

Infarto do Miocárdio

Para pacientes após alguns dias da ocorrência de um infarto agudo do miocárdio, recomenda-se 1 dose oral de 100 mg diários de Atenolol para profilaxia a longo prazo do infarto do miocárdio.

Idosos

Os requisitos de dose podem ser reduzidos, especialmente em pacientes com função renal comprometida.

Insuficiência renal

Uma vez que o Atenolol é excretado por via renal, a dose deve ser reduzida nos casos de comprometimento grave da função renal. Não ocorre acúmulo significativo de Atenolol em pacientes que tenham clearance de creatinina superior a 35 mL/min/1,73m2 (a faixa normal é de 100-150 mL/min/1,73m2).

Para pacientes com clearance de creatinina de 15-35 mL/min/1,73m2 (equivalente a creatinina sérica de 300-600 μmol/L), a dose oral deve ser de 50 mg diários.

Para pacientes com clearance de creatinina menor que 15 mL/min/1,73m2 (equivalente a creatinina sérica > 600 μmol/L), a dose oral deve ser de 25 mg diários ou de 50 mg em dias alternados.

Os pacientes que se submetem à hemodiálise devem receber 50 mg após cada diálise. A administração deve ser feita sob supervisão hospitalar, uma vez que podem ocorrer acentuadas quedas na pressão arterial.

Se o paciente esquecer-se de tomar uma dose de Atenolol, deve tomá-la assim que lembrar, mas o paciente não deve tomar duas doses ao mesmo tempo.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Atenolol - EMS?


Caso você se esqueça de tomar uma dose de Atenolol, deve tomá-lo assim que lembrar, mas não tome duas doses ao mesmo tempo.

Contraindicação de Atenolol EMS

Você não deve utilizar Atenolol nas seguintes situações

  • Conhecida hipersensibilidade (alergia) ao Atenolol ou a qualquer um dos componentes da fórmula.
  • Bradicardia (batimentos lentos do coração).
  • Choque cardiogênico (comprometimento importante da função do coração em bombear sangue aos tecidos).
  • Hipotensão (pressão arterial baixa ou muito baixa).
  • Acidose metabólica (alteração metabólica na qual o pH do sangue é baixo).
  • Problemas graves de circulação arterial periférica (nas extremidades).
  • Bloqueio cardíaco de segundo ou terceiro grau (tipo de arritmia que causa bloqueio de impulsos elétricos para o coração).
  • Síndrome do nodo sinusal (doença no local de origem dos impulsos elétricos do coração).
  • Portadores de feocromocitoma (tumor benigno da glândula adrenal ou supra-renal) não tratado.
  • Insuficiência cardíaca descompensada.

Precauções

O Atenolol deve ser utilizado com cuidado em pacientes

  • Com insuficiência cardíaca controlada (compensada).
  • Que sofrem de um tipo particular de dor no peito (angina), chamada de angina de Prinzmetal.
  • Com problemas na circulação arterial periférica (nas extremidades);
  • Com bloqueio cardíaco de primeiro grau (tipo de arritmia que causa bloqueio de impulsos elétricos para o coração).
  • Portadores de diabetes, pois o Atenolol pode mascarar o aumento da taquicardia (frequência cardíaca) secundária à hipoglicemia (baixos níveis de glicose no sangue) e também os sinais de tireotoxicose (problemas na tireoide).
  • Com história de reação anafilática a uma variedade de alérgenos, pois o Atenolol pode fazer com que a reação a tais alérgenos seja mais grave.
  • Grávidas, tentando engravidar ou amamentando.
  • Com problemas pulmonares, como asma ou falta de ar.

Se o paciente for internado, a equipe médica e em especial o anestesiologista (se o paciente for se submeter a uma cirurgia) devem ser informados que o paciente está tomando Atenolol.

Em pacientes que sofrem de doença isquêmica do coração (exemplos: angina e infarto), o Atenolol não deve ser descontinuado abruptamente.

Capacidade de dirigir e operar máquinas

Não se espera que o Atenolol afete a capacidade de dirigir veículos ou operar máquinas. Entretanto, alguns pacientes podem sentir tontura ou cansaço.

População Especial

Gravidez

Crianças

Não há experiência clínica em crianças, por esta razão, não é recomendado o uso de Atenolol em crianças.

Composição

Cada comprimido (25 mg) de contém

Atenolol

25 mg

Excipientes*

1 comprimido

Cada comprimido (50 mg) de contém

Atenolol

50 mg

Excipientes*

1 comprimido

Cada comprimido (100 mg) de contém

Atenolol

100 mg

Excipientes*

1 comprimido

*Talco, croscarmelose sódica, lactose mono-hidratada, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, carbonato de magnésio, celulose microcristalina, dióxido de silício, ácido esteárico.

Apresentação do Atenolol - EMS


Comprimidos de 25 mg

Embalagens com 30 ou 60 comprimidos.

Embalagem hospitalar com 300 comprimidos.

Comprimidos de 50 mg e 100 mg

Embalagens com 28, 30 ou 60 comprimidos.

Embalagem hospitalar com 300 comprimidos.

Superdosagem

Os seguintes sintomas podem ocorrer no caso de uso de uma quantidade maior do que a indicada de Atenolol

  • Bradicardia (batimento lento do coração).
  • Hipotensão (pressão baixa).
  • Insuficiência cardíaca aguda.
  • Broncoespasmo (chiado no peito).

O tratamento geral deve incluir

Monitorização cuidadosa, tratamento em unidade de terapia intensiva, uso de lavagem gástrica, carvão ativado e um laxante para prevenir a absorção de qualquer substância ainda presente no trato gastrointestinal, o uso de plasma ou substitutos do plasma para tratar hipotensão e choque. Hemodiálise ou hemoperfusão também podem ser consideradas.

O médico poderá utilizar medicamentos específicos para controlar os sintomas de superdose de Atenolol.

Mais informações

Código do produto: 21608
Marca: EMS GENERICO
EAN: 7896004705781
Tipo de Medicamento: Genérico
Registro MS: 1023504580031
Classe Terapêutica: Betabloqueadores Puros
Princípio Ativo: Atenolol
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Atenolol EMS é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula
Opiniões sobre o produto
Dê sua opinião sobre este produto
Escolha uma nota:
A sua avaliação passará por uma aprovação antes de ser publicada.
1